TAGLIATELLE AO MOLHO DE TOMATE, ERVILHA E ALHO PORÓ

Ingredientes que se harmonizam e produzem um prato delicioso, reconfortante e muito interessante!

Ingredientes:

500 g de tagliatelle de grano duro

1 vidro de passara de tomate

A mesma medida de água

2 alhos fatiados

1 colher (chá) de páprica defumada

1 pacote de ervilhas congeladas

1 alho poró fatiado

1 cebola fatiada em meias rodelas finas

1 xícara ( chá) de cebolinha verde picada

1 colher ( chá ) de orégano

Sal e azeite a gosto

1 copo de água

Modo de fazer a ervilha

Numa panela wok cobrir o fundo com azeite.

Colocar a ervilha congelada, o alho poró, as cebolas, o orégano, a cebolinha e o sal.

Colocar a água, tampar a panela e deixar cozinhar até a água secar. Retirar da panela e reservar.

Molho de tomate

Na mesma panela cobrir o fundo com azeite e dourar  2 alhos fatiados, juntar  um vidro de Passata de tomate e a mesma medida de água, colocar um pouco de sal e uma colher (chá) de páprica defumada, mexer bem, tampar a panela e deixar apurar.

Acrescentar a ervilha pronta, mexer bem e deixar pegar gosto.

Cozinhar o macarrão em bastante água  fervente, juntar a massa e o sal, mexer bem para soltar a massa e retirar do fogo quando estiver ao dente,

Escorrer a massa e jogar no molho, deixar pegar gosto e servir logo em seguida.

Para quem gostar servir com um bom queijo parmesão ralado.

TORTILLA COM BATATAS, ALHO PORÓ E SHITAQUE

Fugindo um pouco da tradição espanhola e colocando um toque italiano, ousei misturar outros ingredientes e consegui produzir uma tortilla deliciosa. Cada cozinheiro tem sua licença poética!. Voilà!

INGREDIENTES:

250 g de shitaque fatiado

1 alho poró fatiado em rodelas finas

4 alhos picados

3 batatas médias fatiadas em meias rodelas finas

1 colher (chá rasa) de orégano

1 colher (sopa) de salsinha picada

Sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

6 ovos

Azeite e sal

MODO DE FAZER:

Colocar duas colheres (sopa) de azeite numa frigideira  antiaderente e refogar os alhos e o alho poró por dois minutos mexendo sempre para não queimar.

Acrescentar os shitaques , um pouquinho de sal e continuar mexendo até começarem a murchar. Retirar da frigideira, colocar em um recipiente e reservar.

Na mesma frigideira colocar mais azeite cobrindo o fundo, deixar aquecer e juntar as batatas, o orégano e um pouco de sal e deixar fritar mexendo sempre até amolecerem.

Num recipiente bater os ovos com um pouco de pimenta, salsinha e sal.

Escorrer as batatas colocar nos ovos batidos juntamente com os shitaques refogados, misturar bem .

Voltar a frigideira no fogo médio, verificar se está com azeite, uma leve camada, deixar aquecer e colocar a mistura, mover com movimentos circulares para que a tortilla dance na frigideira e não grude no fundo. Deixar fritar bem de um lado até as bordas começarem a dourar, colocar um prato maior que a frigideira e virar a tortilha e com cuidado despejar na frigideira para cozinhar o outro lado, por cerca de um a dois minutos, com um garfo empurrar as bordas para dentro para ficar redondinha e gordinha. Retirar do fogo, colocar em um prato de servir e deixar amornar.

Pode ser saboreada quente, fria ou da forma mais tradicional, morna. É degustada no café da manhã, no lanche, no almoço, no jantar, ou como “tapa”(aperitivo), de qualquer jeito é gostosíssima.

PASTA AL POMODORO FRESCO E BASILICO

Manjericão, tomate e macarrão.

Os três “pop stars”, da Itália para o mundo!

Três estrangeiros que fizeram fama na Itália.

Estrangeiros? Por quê? Não são italianos?

Nenhum dos três! Apesar de fazerem parte integrante da cozinha italiana e ganharem o mundo.Chegaram à Itália timidamente, sem muita credibilidade e talvez nem chamaram atenção logo no início, mas encontraram solo e clima favoráveis, e o mais interessante, encontraram nesse país a criatividade e o bom gosto pela culinária. Os italianos acabaram dando um tratamento especial a esses produtos, inventaram receitas espetaculares, fizeram combinações saborosíssimas e se tornaram o povo que além de maior consumidor, foi o que mais difundiu esses ingredientes pelo mundo.

Tomate originário do Peru e sul do México

Manjericão originário da Índia

E o macarrão? Ah, esse tem sua origem disputada por vários povos: chineses, árabes e romanos

PASTA AL POMODORO FRESCO

Para este prato convém utilizar, o macarrão tipo penne, ou espaguete ou o tagliatelle.

É um prato muito simples, porém saborosíssimo!

Ingredientes:

500 g de penne ou espaguete ou tagliatelle, grano duro

6 tomates maduros ( de preferência, tipo italiano, pois tem mais polpa e é menos ácido), ou uma lata de tomate pelado

2 dentes de alho fatiados

2 ramos de manjericão

Azeite e sal a gosto

Modo de fazer:

Cobrir o fundo da panela com azeite e dourar o alho em lâminas, adicionar os tomates sem pele e sem sementes, picados, deixar refogar, adicionar o sal. Quando os tomates desmancharem, desligar o fogo e acrescentar o manjericão. O tomate fresco em pedaços não deve cozinhar demais, pois se torna ácido.

Cozinhar o macarrão em bastante água  fervente, juntar a massa e o sal, mexer bem para soltar a massa e retirar do fogo quando estiver ao dente, escorrer e misturá-lo ao molho. Servir com bastante queijo tipo parmesão ralado.

NHOQUE DE BETERRABA, BATATA DOCE E BATATA

Há algum tempo eu queria experimentar essa receita e acreditem vale a pena fazer, é simplesmente delicioso, saudável, colorido e com uma textura delicada.

INGREDIENTES:

1 beterraba grande

1 batata doce média

2 batatas

1 colher (sopa) de azeite

2 colheres (sopa) de parmesão ralado

Cerca de 3 1/2 xícaras (chá) de farinha de trigo

MODO DE FAZER:

Descascar e cortar a beterraba e as batatas em pedaços médios. Cozinhar em água fervente, colocar primeiro a beterraba e depois de 5 minutos juntar as batatas, deixar até tudo amolecer bem e escorrer. Guardar a água do cozimento.

Se tiver um processador, triturar primeiro a beterraba e depois as batatas.

Caso não tenha processador usar um espremedor de batata, espremendo as batatas com a beterraba misturada para facilitar. Deixar amornar.

Polvilhar a bancada com farinha de trigo e espalhar a massa morna, adicionar o azeite e o queijo e a farinha aos poucos, pois a quantidade de farinha depende do tipo da farinha e da temperatura ambiente.

Sovar a massa, mas não muito para não liberar o amido da batata, resultando numa massa pegajosa. Deverá ficar uma massa que desgruda, mais ou menos das mãos e gostosa de trabalhar.

Cortar a massa em pedaços e fazer bastões longos com a espessura de um dedo. Cortar em pedaços e passar cada um pelo garfo, apertando levemente com os dedos para fazer os riscos característicos. Polvilhar farinha sobre todos.

Cozinhar na água do cozimento que foi reservada e acrescentar mais um pouco de água. Quando levantar fervura, salgar e colocar os nhoques um pouco de cada vez.

Quando eles boiarem, escorrer e jogar no molho de tomate, deixar tudo pegar gosto. Para quem gosta, polvilhar queijo parmesão ralado.

MOLHO DE TOMATE COM MANJERICÃO E PIMENTA DEDO DE MOÇA

Atenção: A pimenta dedo de moça é importante, pois a sua picância contrasta e harmoniza perfeitamente com o adocicado da beterraba e da batata doce.

Ingredientes:

8 tomates maduros ( de preferência, tipo italiano, pois tem mais polpa e é menos ácido), ou duas latas de tomate pelati

3 dentes de alho fatiados

1 pimenta dedo de moça sem as sementes picada

1 colher (chá) de orégano

Manjericão a gosto

Azeite e sal a gosto

Modo de fazer:

Cobrir o fundo da panela com azeite e dourar o alho em lâminas, adicionar a pimenta, fritar um pouquinho e juntar os tomates sem pele e sem sementes, picados, deixar refogar, adicionar o sal e o orégano. Quando os tomates desmancharem, desligar o fogo e acrescentar o manjericão. O tomate fresco em pedaços não deve cozinhar demais, pois se torna ácido.

GRATINADO DE BERINJELA E ABOBRINHA

Delícia de acompanhamento que vai bem em qualquer refeição do dia a dia ou em outras ocasiões, sempre fará sucesso pelo sabor e delicadeza!

INGREDIENTES:

2 berinjelas japonesas

2 abobrinhas

1 lata de tomate pelado

4 dentes de alho

1 colher (chá) de orégano

1 colher (chá) de páprica defumada

1 xícara (chá) de queijo parmesão ralado

1 xícara (chá) de muçarela ralada

1/2 xícara (chá) de folhas de manjericão

Azeite e sal

MODO DE FAZER

Higienizar bem as berinjelas e as abobrinhas, fatiar no sentido longitudinal, não muito finas.

Grelhar dos dois lados numa frigideira antiaderente besuntada com azeite e reservar.

Na mesma frigideira colocar 2 colheres (sopa) de azeite, dourar os alhos e juntar os tomates, o sal, o orégano e a páprica, deixar refogar até os tomates desmancharem.

Preaquecer o forno na temperatura mais alta( no meu- 250 ºC).

Montagem

Num refratário pincelar o fundo com um pouco de molho, fazer uma camada de abobrinha, polvilhar meia xícara dos queijos, espalhar folhas de manjericão picadas e cobrir com metade do molho.

Fazer outra camada de berinjela, cobrir com o restante dos queijos, espalhar as folhas de manjericão e cobrir com o restante do molho, levar ao forno por 30 minutos.

COUSCOUS MARROQUINO

Couscous marroquino teve origem há muito tempo, no norte da África.

É preparado com sêmola de trigo, uma espécie de farinha grossa de trigo duro. Nos mercados, já encontramos o grão pré-cozido, que só precisa ser hidratado. Pode levar vários ingredientes, como ervas, frutas secas, legumes, frango ou carne de carneiro.

É um ótimo e delicioso acompanhamento do dia a dia e também para ocasiões especiais!

INGREDIENTES:

1 xícara(chá) de couscous marroquino

1 xícara (chá) de água fervente

1 abobrinha cortada em palitinhos

2 tomates sem sementes cortados em cubos pequenos

1 cenoura cortada em palitinho

2 colheres (sopa) de azeite

1 colher (chá) de cúrcuma ( opcional)

1 cebola picadinha

2 dentes de alho picados

2 folhas de louro

½ xícara (chá) de castanhas-de-caju torrada, picada grosseiramente ou castanha do Pará

Pimenta-do-reino moída na hora a gosto

1/2 xícara ( chá) de salsinha picada

A gosto Sal

MODO DE FAZER:

Em um recipiente, colocar os grãos de couscous e hidratar com o caldo quente; aguardar até que absorvam o líquido (aproximadamente 10 minutos);

Com a ajuda de um garfo, desmanchar o couscous, soltando os grãos.

Numa frigideira antiaderente colocar o azeite e refogar a cebola, alho, abobrinha, cenoura, sal, a pimenta até ficarem crocantes, ( não deixar amolecer demais). No final do cozimento juntar a salsinha.

Acrescentar o refogado sem as folhas de louro no couscous e as castanhas torradas e misturar bem, se desejar, acrescentar a cúrcuma(opcional). Provar o sal, caso haja necessidade, corrigir.

Servir quente ou frio!

LENTILHA COM ARROZ, TOMATES, CEBOLAS E ATUM

Mais uma deliciosa e aprovada experimentação na minha cozinha.

Uma forma diferente, nutritiva e muito saborosa de comer lentilha.

INGREDIENTES:

1 xícara (chá) de lentilha

1 xícara (chá) de arroz parboilizado

3 tomates italianos maduros sem pele e sem sementes picados

3 cebolas fatiadas em meias rodelas finas

2 dentes de alho picados

1 talo de salsão picado

1 colher (chá) de páprica defumada

1 colher (chá) de orégano

1 lata de atum em pedaços

Sal e azeite

MODO DE FAZE:

Lentilha: deixar de molho em 4 xícaras (chá) de água fria de véspera. Caso não seja possível deixar por 2 horas com água quente.

Escorrer e cozinhar com o salsão e 4 xícaras (chá) de água até a lentilha amolecer.

Numa panela antiaderente média colocar 2 colheres de azeite e refogar as cebolas mexendo sempre para não queimar até começarem a dourar. Juntar o atum com o óleo, mexer bem acrescentar o orégano e o sal.

Adicionar a lentilha cozida, mexer bem e reservar.

Na mesma panela onde cozinhou a lentilha, colocar uma colher (sopa) de azeite e dourar os alhos, juntar os tomates picados, a páprica, um pouco de sal e quando os tomates começarem a desmanchar juntar o arroz e 3 xícaras (chá) de água fria, mexer bem, deixar cozinhar em fogo médio com a panela semi tampada.

Quando o arroz estiver quase seco colocar na panela da lentilha, mexer bem, tampar e deixar secar.

Servir com salada verde.

BRÓCOLIS ASSADO

Que tal modificar o modo de preparar brócolis, de refogado para assado? Vocês não podem imaginar a intensidade do sabor, vale a pena experimentar.

INGREDIENTES:

1 maço de brócolis ( pode ser o italiano ou japonês)

4 dentes de alho fatiados grossos

Sal e azeite

MODO DE FAZER:

Higienizar as flores

Ferver água, salgar e passar os flores por 2 minutos.

Escorrer e dispor numa assadeira, polvilhar mais um pouco de sal, espalhar as fatias de alho e regar com azeite, cobrir com papel alumínio e assar no forno preaquecido em temperatura alta ( no meu – 250 ºC), até amolecerem ou melhor, até atingirem a textura desejada.

MINI PENNE COM ABOBRINHA GRELHADA AO MOLHO DE ALHO PORÓ, TOMATES E HORTELÃ

Vamos enriquecer o cardápio do dia a dia com essa massa. Um prato com muitos sabores e texturas, de preparo fácil, nutritivo e muito saboroso.

INGREDIENTES: ( duas pessoas)

250 g de mini penne de grano duro ( pode ser qualquer massa curta)

1 abobrinha pequena cortada em rodelas não muito finas

1 talo de alho poró fatiado

1 dente de alho picado

4 tomates italianos maduros sem pele e sem sementes picados

1/2 xícara (chá) de folhas de hortelã picadas

Sal a gosto

Azeite

MODO DE FAZER:

Numa frigideira antiaderente besuntada com azeite grelhar as rodelas de abobrinha nos dois lados e reservar.

Na mesma frigideira colocar mais azeite e refogar o alho e alho poró. Quando amolecer juntar os tomates, sal e deixar murchar.

Adicionar as rodelas de abobrinha grelhada, as folhas de hortelã e provar o sal.

Ferver água numa panela grande e quando a água estiver em ebulição adicionar o sal e a massa, mexer bem para soltar totalmente a massa.

Deixar cozinhar, mexendo de vez em quando até atingir o ponto ao dente ( seguir as instruções do fabricante)

Escorrer jogar a massa no molho, mexer bem e servir em seguida.

BOLO DE MAÇÃ E TÂMARAS

Uma criação que resultou num bolo úmido, fofíssimo e gostosíssimo! Adorei o resultado.

INGREDIENTES:

2 ovos

1/2 xícara (chá) de açúcar demerara

1/2 xícara (chá) de óleo de girassol ou similar

1 xícara (chá) de leite

1 xícara (chá) de farinha de trigo

2 maçãs descascadas e picadinhas

6 tâmaras frescas sem caroço picadas ( pode usar as secas)

1 colher (sopa) de fermento em pó para bolo

MODO DE FAZER:

Preaquecer o forno a 180ºC.

Untar uma forma de bolo inglês com manteiga e polvilhar com farinha de trigo.

Picar as maçãs e as tâmaras, colocar uma colher (sopa) de açúcar demerara, mexer bem e deixar reservado numa tigela.

Bater com um fouet ( batedor de arame) os ovos com o açúcar por dois minutos, juntar o óleo e bater por mais um minuto.

Acrescentar a farinha e o leite aos poucos e mexer bem. Colocar as maçãs com as tâmaras, mexer e finalizar com o fermento mexendo levemente.

Despejar o creme na fôrma e assar por 35 minutos. Fazer o teste do palito.